Linha 2014 do Fiat 500 ganha motor MultiAir Flex

Os motores são como as pessoas: quanto mais elas trabalham, mais ar precisam respirar. Quando o motor é acelerado em alta, como ao acelerar em uma rodovia, as suas válvulas devem ser abertas com amplitude e por períodos longos. Por outro lado, em baixas rotações o motor requer apenas uma ‘gota’ de ar para funcionar. O MultiAir da Fiat é um sistema eletro-hidráulico de acionamento das válvulas, que permite um controle dinâmico e direto do ar admitido pelo motor, controlando também indiretamente a combustão, cilindro a cilindro e ciclo a ciclo. Dessa forma, ele é capaz de aumentar a potência e torque ainda que reduzindo o consumo de combustível e emissão de gases.

Para tornar o MultiAir flexivel, a equipe de engenheiros da Fiat do Brasil desenvolveram e calibraram um novo motor MultAir 1.4 16V Flex. Esse pequeno e valente motor de 1.4 litros do Fiat 500 agora produz 105 cv com gasolina e 107 com etanol, além de uma boa quantidade de torque em baixa rpm. o novo motor Flex agora equipa as versões Sport Air e Cabrio Air do modelo.

[nggallery id=30]

[pad10]

[table id=98 /]

[gn_spoiler title=”Press Release” open=”1″ style=”2″]O novo motor MultiAir Flexível

O grande destaque da nova gama 2014 do Fiat 500 é o novo motor MultiAir 1.4 16V Flex que agora equipa as versões Sport Air e Cabrio Air do modelo. Este novo motor foi desenvolvido e calibrado pela equipe de Engenharia Powertrain da Fiat em Betim (MG). O propulsor, agora capaz de queimar também etanol, alia o prazer de dirigir, incremento de desempenho e economia de combustível da tecnologia MultiAir, à flexibilidade de um motor bicombustível. O grande desafio para o desenvolvimento deste motor bicombustível foi o aumento da taxa de compressão (que cresceu em 8%) e a nova abordagem em relação à admissão do ar, controlada eletronicamente através das válvulas de admissão, uma tecnologia diferenciada do MultiAir.

Este novo propulsor é resultado de quase 15 mil horas de desenvolvimento, envolvendo mais de 10 mil horas de testes de confiabilidade em dinamômetro, e cerca de 1 milhão de quilômetros rodados em provas de durabilidade, confiabilidade e aplicação. O projeto utilizou mais de 30 motores protótipos para testes em dinamômetros no Centro de Engenharia da Fiat, em Betim (MG). Técnicas computacionais de softwares de calibração e, principalmente de análise de combustão (a característica de queima do etanol é diferente da combustão da gasolina) permitiram uma perfeita calibração de injetores e curva de ignição, para qualquer relação de combustível entre E-20 (gasolina brasileira) até E-100 (etanol puro).

Com a taxa de compressão mais alta (11,7:1) para otimizar também a queima do etanol, foram necessárias mudanças em alguns componentes. O novo MultiAir 1.4 16V Flex possui modernos pistões de baixo atrito e, para suportar o uso de etanol, ele traz ainda novas bronzinas e junta do cabeçote, ambas de origem no motor T-Jet. A nova junta de cabeçote é metálica e com multicamadas, que garante a vedação em altas pressões de combustão.

Outra alteração do motor MultiAir Flex foi a adoção do coletor de aspiração com quinto bico injetor para partidas a frio mais eficientes. A pulverização de combustível efetuada ganha em eficiência, pois este injetor de gasolina também é controlado eletronicamente. Se comparado aos sistemas tradicionais, principalmente na dosagem de gasolina na partida, este quinto injetor do MultiAir Flex garante ainda enormes benefícios na dirigibilidade a frio e menor emissão de poluentes. E, em função do uso do novo coletor, novos chicotes de motor também foram empregados no propulsor.

Outros componentes que são novos em relação ao motor MultiAir gasolina são as velas e os injetores. As velas do propulsor flex possuem características para a nova condição de temperatura a fim de funcionar também com etanol, além de tratamento superficial da rosca da vela para melhor proteção contra corrosão. Enquanto os novos injetores da família EV6P, já validados para outros motores flex, são de maior vazão, característica exigida na queima do etanol. Com as alterações para se tornar flex, o Fiat 500 SportAir chega aos 105 cv de potência e torque máximo de 13,6kgfm com gasolina e 107 cv com torque de 13,8kgfm quando alimentado com 100% de etanol.

Tecnologia MultiAir. Ela chegou ao mercado brasileiro com o Fiat 500, a partir de 2011. O MultiAir é um sistema eletro-hidráulico de acionamento das válvulas, que permite um controle dinâmico e direto do ar admitido pelo motor, controlando também indiretamente a combustão, cilindro a cilindro e ciclo a ciclo. Tudo gerenciado eletronicamente. Graças ao controle da quantidade de ar admitida nos cilindros, o MultiAir oferece como principais benefícios a redução de emissões e de consumo de combustível, aumento de potência máxima e torque, além de melhor  resposta dinâmica e prazer em dirigir. Na maioria do motores, a massa de ar admitida nos cilindros é controlada principalmente pela abertura da válvula tipo borboleta do acelerador e também pela abertura total e constante das válvulas de admissão. No MultiAir, a admissão do ar é muito mais precisa, controlada eletronicamente através das válvulas de admissão. Desde seu lançamento na Europa, a tecnologia MultiAir vem sendo contemplada internacionalmente com diversos prêmios.

Este novo motor Flex do Fiat 500 pode receber câmbio manual de 5 marchas ou automático sequencial de 6 marchas do fabricante AISIN.
O câmbio automático sequencial de 6 marchas traz novos ajustes na linha 2014, oferecendo o máximo de conforto e prazer ao dirigir com menos consumo de combustível. Veja abaixo as funções que foram otimizadas:
•    Kick-Down: reduz rapidamente as marchas em caso de retomada;
•     Brake Assistant: reduz automaticamente as marchas em freadas bruscas;
•    Sensor Up-Down Slope: para adaptação das marchas do veículo à inclinação;
•    Função Cornering: inibe o avanço das marchas em curvas de baixa aderência;
•    Função Fast-Off: impede a “subida” de marcha quando o condutor tira o pé rapidamente do acelerador.

A tecnologia também está muito presente no prazer a bordo de um Fiat 500. Veja alguns dos destaques abaixo:

Direção elétrica Dual Drive. Ela substitui a tradicional direção hidráulica, tornando a condução mais leve e facilitando as manobras.

Função SPORT. Com ela o motorista pode escolher dois modos de direção: o modo normal, ou o modo Sport. Com a função Sport acionada, a direção se torna mais firme, adequada a uma condução esportiva. O motor responde mais rapidamente ao comando do acelerador.

Teto solar elétrico do tipo Sky Wind. Uma lâmina ocupando quase todo o teto compõe o Sky Wind do Fiat 500. Essa construção permite modular a luminosidade e a ventilação no habitáculo. Ao apertar o botão, em sete segundos o vidro se abre.

Até 7 Air bags. O novo Fiat 500 vendido no Brasil pode possuir até sete air bags: dois na frente, dois window bags, dois side bags e um knee bag. Este último evita lesões aos joelhos do motorista em caso de impacto.

ESS (Emergency Stop Signaling, ou sinalização de frenagem de emergência). Em uma frenagem brusca, as luzes indicadoras de direção são acionadas de forma intermitente, avisando outros motoristas da situação e ajudando a evitar colisões.

Hill Holder. O dispositivo proporciona segurança e conforto, pois, com o carro parado em uma via inclinada, a pressão no circuito de freio é mantida por alguns segundos após o motorista liberar o pedal de freio. Assim, o veículo não desce enquanto o motorista controlar a embreagem corretamente, garantindo uma arrancada fluida e segura.

ESP (Eletronic Stability Program ou controle de estabilidade). Analisando parâmetros como giro do volante, posição do pedal do acelerador e velocidade, o sistema calcula a trajetória desejada e a compara com a trajetória real do veículo, com base na leitura dos sensores de giro das rodas e acelerômetros. Se houver diferença, o sistema controla a frenagem em cada roda e o torque do motor a fim de estabilizar o carro.

ASR (Anti Slip Regulation ou controle de tração). Sistema de controle de tração é parte integrante do ESP. Ele impede que o veículo derrape na partida ou em outras situações. Pode ser desativado através de um botão localizado no painel ou próximo ao câmbio nas versões Dualogic® e Automática.
Pacote Áudio Premium ALPINE. Este sistema de áudio proporciona excepcional clareza de vozes e instrumentos mesmo em volumes mais altos. A qualidade do áudio se faz notar do mesmo modo na parte dianteira e traseira do veículo. A marca japonesa ALPINE é líder em sistemas de som e entretenimento para automóveis no mundo.
O pacote é composto por dois tweeters, um em cada coluna “A”; dois woofers High Motor Force de neodímio, um em cada porta; dois alto-falantes de longo alcance, um em cada painel posterior; um woofer abaixo do banco dianteiro direito; e amplificador com sete canais de equalização personalizada localizado no porta-malas.
ISOFIX. Este novo padrão de fixação de cadeirinhas infantis vem sendo adotado na América do Norte, Europa e Japão. O novo Fiat 500 comercializado no Brasil inclui o ISOFIX de série em todas as versões.

Garantia no Pós-Vendas + Clube L’único

O Fiat 500 tem garantia de dois anos e atendimento Confiat durante este período em toda a rede Fiat, com 600 concessionários e pontos de assistência em todo o Brasil.

Todos os clientes 500 também contam com o privilégio de participar do Clube L’único. Entre as várias comodidades deste programa estão os serviços de reservas de hotéis, restaurantes, shows, mais o serviço de Leva e Traz, com reboque ou motorista qualificado, para as revisões, manutenções, instalações de acessórios ou qualquer emergência.[/gn_spoiler]

Avatar of Staff

Por Staff

Estamos constantemente acompanhando o mercado automotivo em busca de notícias e dicas relevantes. A base de nossas publicações está no expertise de nossos editores, informações dos fabricantes e opinião dos consumidores.

24/07/2013 3:43